Central Das Cidades: BARRO PRETO: DENTISTA ACUSADO DE NEGLIGÊNCIA MÉDICA SERÁ INDENIZADO

BARRO PRETO: DENTISTA ACUSADO DE NEGLIGÊNCIA MÉDICA SERÁ INDENIZADO

Dr. Everton Viana.



O caso da adolescente de 12 anos que foi a um posto de saúde na cidade de Barro Preto, e os familiares acusaram o dentista de negligência médica, por ter deixado cair uma peça de metal na garganta da garota (veja o caso aqui), já foi julgado pela Justiça . Na sentença do Juiz de Primeiro Grau, absolve o odontólogo Everton Viana. Por ser acusado injustamente de negligência, o Poder Judiciário entendeu que ele teria que ser absolvido no processo administrativo e ainda, na ação indenizatória, a autora da ação, foi condenada a pagar a Everton uma indenização de 5% do valor, que eventualmente ela ira receber da prefeitura.
 Com Informações de um leitor por email.
www.centraldascidades.com

DECISÃO JUDICIAL
0000061-93.2011.805.0086 - Procedimento Ordinário
Autor(s): Mariana Do Nascimento Pereira
Representante Do Autor(s): Josefina Do Nascimento
Advogado(s): José Alberto dos Santos Lessa
Reu(s): Everton Viana, Municipio De Barro Preto
Advogado(s): Cosme Araujo Santos, Luiz Fernando Maron Guarnieri, Margareth Pereira Araujo Santos, Ruy Corrêa Soares Sentença: (...) Por tudo exposto, julgo procedente o pedido para, excluindo o acionado Everton Vinício Santos Viana da relação processual em reconhecimento à sua ilegitimidade passiva ad causam, condenar exclusivamente o Município de Barro Preto-BA ao pagamento em favor da autora: a) da quantia de R$ 13.000,00 (treze mil reais) a título de danos morais, acrescida de correção monetária a partir desta data e de juros legais desde à época da ocorrência do ilícito; b) ao pagamento
de despesas processuais e honorários advocatícios, estes fixados em 10% sobre o valor da condenação, considerando a prática de todos os atos processuais na sede da comarca e o julgamento antecipado da lide (art. 20, § 3º, do CPC). De sua vez, condeno a autora ao pagamento de eventuais despesas processuais e honorários advocatícios, estes na ordem de 5% do valor da condenação, em favor do acionado Everton Vinício Santos Viana, com a ressalva em seu favor das regras dos arts. 11 e 12 da LAJ.Isento de custas o Município na forma da lei.P. R. I. C.Barro Preto, 11 de janeiro de 2012.EROS
CAVALCANTI-Juiz de Direito

1 comentários:

Anônimo disse...

absurdo essa senhora ter perdido a causa pois tdo mundo viu o raio x,tava la o objeto...mas como e uma faxineira ne´? ta expricado...que vergonha..

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

* Não é permitido comentários contendo;

"Difamação"
"Racismo"
"Preconceito"
"Palavrões"
ou
coisas do genero.


Obs: Se as regras forem desobedecidas o Comentário será removido.

Dúvidas, sugestões e outros assuntos não relacionados a matéria, tratar pela pagina Contato

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...